Voltar
Radar da inovação

Pró-Uni: cooperativa investiu em tecnologia e capacitação para levar atividades para o ambiente digital

Manutenção das aulas e realização da AGO somente foi possível devido à dedicação da administração da cooperativa, que agiu rápido frente ao novo contexto de pandemia

29/03/2021
Nome da Cooperativa:Colégio Pró-Uni
Ramo:Trabalho Produção de Bens e Serviços
Região:Sudeste
Palavras-chave:T.I., Experiência do usuário
Resumo:

Parceria com cooperativa fornecedora de tecnologia LibreCode viabilizou transferência das AGOs presenciais para o ambiente digital em tempo muito curto. Além disso, as aulas a distância só se tornaram possíveis devido à tecnologia Google e à dedicação e capacitação da área de TI e dos professores.

CONTEXTO

Antes do início da pandemia de Covid-19, em março de 2020, o Colégio Pró-Uni, mantido por uma cooperativa de trabalho educacional, estava passando por um momento de reorganização de processos internos com vistas a melhorar a estabilidade na governança.

Assim, era um período de busca por transparência e visibilidade aos aspectos da gestão. Até aquele momento, no entanto, a cooperativa ainda não vislumbrava de maneira clara a realização de assembleias digitais.

DESAFIOS

A cooperativa enfrentou desafios em duas frentes. Primeiro, a necessidade de levar as aulas presenciais para o meio digital. Depois, viabilizar a realização da AGO com participação remota.

Além disso, em ambas as frentes a cooperativa precisou enfrentar a dificuldade de lidar com a tecnologia por parte dos professores, cooperados e dos próprios alunos. Assim, foi necessário criar mecanismos que permitissem a atuação no formato digital.

Na frente das aulas, era preciso, também, manter o equilíbrio e a saúde mental dos professores cooperados, o que acabou por se acentuar com a mudança brusca e repentina. Foi um período de exaustão física e psicológica dos profissionais, com desafios relacionados à incorporação e aprendizado de novos métodos de ensino e à gestão das expectativas de cooperados, alunos e pais.

A frente de realização da AGO apresentava como desafio encontrar uma tecnologia capaz de endereçar a demanda e também ensinar as pessoas a usar a tecnologia a ser adotada.

DESENVOLVIMENTO

Quando o decreto presidencial autorizou a realização de assembleias virtuais, o Colégio Pró-Uni buscou firmar parceria com uma fornecedora de tecnologia. A escolhida foi a LibreCode (antiga LyseonTech), que foi a responsável por sistematizar e dar o suporte necessário à realização das assembleias digitais.

O primeiro contato com os representantes da LibreCode ocorreu em um balcão de negócios promovido pelo Sescoop-RJ.

Dessa forma, o Pró-Uni contratou a plataforma Távola, que fornece o ambiente virtual para realização das AGOs. Além disso, a Távola gera relatórios de votação e conta com protocolos de segurança para garantir o sigilo dos dados que trafegam na ferramenta.

Já as aulas virtuais te sido realizadas a partir da plataforma do Google, o que demanda apoio e suporte por parte da área de Tecnologia da Informação (TI) da cooperativa.

Para utilizar todas as novas tecnologias incorporadas ao dia a dia da cooperativa, foi necessário promover a capacitação dos professores. Assim, foram realizados treinamentos que contaram com o apoio dos cooperados com mais familiaridade e conhecimento em ferramentas tecnológicas.

RESULTADOS

No que diz respeito a resultados, é importante destacar a plena manutenção das atividades educacionais, com realização de aulas síncronas e assíncronas que contam com professores devidamente capacitados no uso das tecnologias e na aplicação de metodologias ativas.

Já na frente da AGO, o principal resultado alcançado com a adoção das plataformas tecnológicas foi a ampla adesão por parte dos cooperados. Além, é claro, da própria realização da Assembleia Geral Ordinária, mantendo a cooperativa em dia com suas obrigações legais.

PRÓXIMAS INICIATIVAS

Para 2021, o Colégio Pró-Uni pretende manter o formato virtual de AGO. A manutenção está relacionada ao amparo legal, já existente, e à sinalização positiva por parte dos cooperados.

No que se refere às aulas, a expectativa é de que, passado o período mais crítico da pandemia, o formato híbrido venha a ser amplamente adotado.

Os professores e profissionais da cooperativa serão continuamente treinados para uso das tecnologias atuais e futuras, de forma a atender as necessidades de cada momento.

Além disso, a cooperativa pretende facilitar ainda mais o acesso por meio da sistematização da intranet. Com isso, a intenção é disponibilizar as informações da cooperativa e dos cooperados no ambiente virtual já existente.

Contato do responsável:

Danielle Barros Duarte

professora da Cooperativa Pró-Uni

conselhodiretor@colegioprouni.com.br

Conteúdo desenvolvido
em parceria com

Coonecta