Voltar
Radar da inovação

Driver’s Seat: empoderamento e remuneração a motoristas de app

Funcionando em paralelo aos aplicativos de transporte, proposta da cooperativa é remunerar motoristas pelos dados gerados a partir das corridas realizadas

27/07/2021
Nome da Cooperativa:Driver’s Seat Cooperative
Ramo:transporte
Região:Internacional
Palavras-chave:Inovação organizacional, inovação no modelo de negócio
Resumo:

O Driver’s Seat é um aplicativo para motoristas de aplicativo utilizado em paralelo ao Uber ou a qualquer plataforma similar. O app gera dados para duas finalidades: para apoiar o motorista, com informações como cálculo de quilômetros rodados, onde estão as melhores corridas, desgaste do carro etc.; e para vender a órgãos públicos, consultorias ou entidades de pesquisa. Ao vender essas informações, o valor é revertido para os próprios motoristas. Como exemplo, a Driver’s Seat vendeu dados de mobilidade para uma agência municipal da cidade de São Francisco, nos EUA, por cerca de 45 mil dólares.

CONTEXTO

Mesmo com as distorções que geram nas relações trabalhistas e referentes ao uso de dados, as plataformas da gig economy, como a Uber, a 99 e similares, conquistaram um lugar e uma importância no mercado muito difíceis de serem revertidas. Com isso, mantêm quase que um monopólio sobre os dados de mobilidade urbana e que poderiam ser usados por órgãos e entidades ou mesmo consultorias para definição de políticas públicas e estratégias de transporte.

Entretanto, como as plataformas tradicionais não têm interesse em compartilhar tais informações com terceiros, os dados gerados diariamente por milhares de motoristas cadastrados em aplicativos em todo o mundo são usados exclusivamente por elas e, dessa maneira, não refletem em geração de valor para a sociedade como um todo.

DESAFIOS

Dentre os desafios enfrentados pela cooperativa estavam criar uma aplicação que pudesse funcionar de maneira paralela aos aplicativos de transporte, como Uber e 99. Afinal, o Driver’s Seat precisa gerar dados confiáveis, já que pretende atuar como uma espécie de auditoria aos dados gerados pelas plataformas tradicionais.

Outro desafio se relaciona à comercialização dos dados gerados, pois uma das propostas da cooperativa é, justamente, remunerar os motoristas pelos dados que geraram durante seu trabalho.

DESENVOLVIMENTO

A Driver’s Seat nasceu em 2019, nos Estados Unidos, a partir da ideia de levar empoderamento aos motoristas associados aos aplicativos de transporte e também às entidades públicas responsáveis pelas políticas de transporte dos grandes centros urbanos.

A intenção da cooperativa, que passou pelo processo de aceleração da Start.Coop, é dar aos motoristas o controle sobre o uso dos dados que geram a partir das corridas de passageiros que realizam durante o trabalho. Afinal, utilizando apenas os aplicativos de transporte, os dados gerados são de propriedade das empresas que os controlam.

Ao dar o controle para os motoristas, a Driver’s Seat espera dar autonomia aos trabalhadores para tomar decisões baseadas em dados. É por isso que a Driver’s Seat se autodenomina uma cooperativa de propriedade dos trabalhadores e comprometida com a democratização do uso dos dados.

Assim, o aplicativo opera em paralelo às plataformas de mobilidade, capturando os mesmos dados que elas. Assim, o motorista consegue fazer uma aferição sobre os quilômetros computados pela plataforma, bem como sobre os valores pagos.

Além disso, os dados gerados em massa por todos os motoristas são empacotados pela cooperativa, que tem a possibilidade de os vender para órgãos públicos, entidades e empresas interessadas em dados relacionados à mobilidade urbana.

Recentemente, a cooperativa fez uma parceria com a GigCompare, empresa recém-criada que calcula quanto cada app de motorista paga por corrida, com dados atualizados. Em um comunicado, a Driver’s Seat destacou como benefícios da incorporação o enriquecimento das informações passadas aos motoristas, incluindo acesso simplificado aos dados de trabalho, e a expansão do número de usuários da plataforma, gerando mais dados, insights e valor aos cooperados.

RESULTADOS

A Driver’s Seat conseguiu cadastrar 2.500 motoristas e vendeu dados de mobilidade para uma agência municipal de São Francisco, nos Estados Unidos, por cerca de 45 mil dólares.

Ao todo, a cooperativa possui cerca de 600 usuários ativos em mais de 40 cidades, reunindo suas informações por meio da cooperativa, o que os ajuda a decidir quando e onde assinar cada aplicativo para ganhar mais dinheiro e quanto estão ganhando após as despesas.

PRÓXIMAS INICIATIVAS

A cooperativa quer aumentar o valor pago aos motoristas e atender a outras preocupações comuns, como taxas de empréstimos predatórios e banimentos inesperados, quando os motoristas são descadastrados da plataforma sem prévio aviso.

Contato do responsável:

Matt Schumwinger

Co-Founder & CTO da Driver’s Seat Cooperative

https://www.driversseat.co/contact

Conteúdo desenvolvido
em parceria com

Coonecta