Fique por dentro

Mitos da inovação

Não deixe que atrapalhem a transformação da sua cooperativa.

GESTÃO DA INOVAÇÃO30/06/20204 minutos de leitura

A Inovação propõe novas formas de pensar e se comportar em cooperativas. Logo, está sujeita a resistências internas. Da mesma forma, também sofre com percepções sem embasamento e que não correspondem à realidade. Em muitos dos casos, são decorrentes de desculpas de colaboradores e mesmo líderes avessos às mudanças propostas.

Por isso, vamos listar alguns dos mitos mais comuns na inovação. São afirmações que muitas vezes são repetidas pelo mercado e que trazem uma visão equivocada e distorcida sobre o que é inovação. Parte do processo de transformação da cooperativa é evitar que esses mitos sejam repetidos dentro da organização.

Vamos conferir alguns mitos da inovação:

Uma equipe criativa é o suficiente para inovar

Inovação e criatividade são coisas diferentes embora façam parte do mesmo processo. Enquanto a criatividade é a matéria-prima, a inovação é o resultado. Inovação é, em última análise, uma ideia que gera valor.

Seguimos a tendência de inovação do mercado

Não há problemas em dar início à inovação inspirada em tendências em andamento. Este pode ser o primeiro passo, mas não se apoiar apenas nisso. Afinal, inovar é criar algo novo, certo?

Não temos um produto, então não temos como inovar

Ainda que sua cooperativa somente preste serviços, isso não é desculpa para não inovar. Dê uma boa olhada no radar de inovação, nos cases de sucesso existentes no mercado e inove na sua entrega de valor. Seja ela qual for.

Precisamos de gênios para inovar

Inovação é fruto de processo estruturado. Logo, não depende da genialidade de indivíduos específicos. É possível inovar com os funcionários que já trabalham na sua cooperativa.

Inovação é imprevisível e surge do nada

Mais uma vez, lembre-se. Inovação decorre de processos. Não é fruto de inspiração imprevisível que acomete pessoas afortunadas. Insights e ideias surgem o tempo todo. Mas se você não tiver um processo estruturado para captar, lapidar e desenvolvê-la, a inovação não vai acontecer.

Inovar só é possível a partir de processos sofisticados

É importante lembrar que processos são parte de um todo. Ou seja, a inovação não é o processo, mas fruto dele. Assim, não faz sentido gastar muito tempo e recursos para desenvolver processos nos mínimos detalhes. A inovação só acontece quando os projetos saem do plano das ideias e se tornam ação.

O cliente sempre tem razão

É imprescindível ouvir o cliente, mas ele nem sempre sabe o que quer. Henry Ford dizia que, caso tivesse perguntado aos clientes o que desejavam, teriam pedido por um cavalo mais forte. Entenda o mercado, analise tendências e ajude o mercado a se desenvolver.

Sem tecnologia não há inovação

Mesmo empresas com acesso às tecnologias mais avançadas podem não ser inovadoras. Pense, por exemplo, numa gráfica com a impressora mais moderna do planeta e que se dedica exclusivamente à impressão de revistas. Como sabemos, este é um mercado em contração. Logo, tecnologia não tem, necessariamente, a ver com tecnologia. É preciso associar a tecnologia ao modelo de negócio e à estratégia.

Somente o setor de P&D precisa pensar em inovação

Não existe cultura de inovação limitada a um setor ou função. Ou a empresa toda pensa em inovação, ou ela não é inovadora.

Inovar exige recursos

Quanto mais a inovação está embrenhada na cultura da cooperativa, menos investimentos são necessários. Isso porque empresas que mais inovam não são necessariamente as que mais investem. São aquelas que sabem gerenciar a cadeia de valor da inovação.

Conclusão

Inovar implica em mudar processos já estabelecidos. Logo, é algo que invariavelmente enfrenta resistências entre as pessoas e departamentos da cooperativa. É, portanto, natural que dificuldades sejam enfrentadas ao longo do processo. Daí, algumas informações incorretas podem ganhar popularidade entre as pessoas. Assim, é fundamental não permitir que ganhem força e acabem por comprometer toda a iniciativa.

Até a próxima!

Conteúdo desenvolvido
em parceria com

ECHOS