Fique por dentro

9 objetivos de inovação para a sua cooperativa em 2024

Definir os caminhos para inovar ajuda a distribuir recursos e tomar decisões assertivas

GESTÃO DA INOVAÇÃO02/02/20246 minutos de leitura

Todo começo de ano, o foco está no planejamento, a fim de definir objetivos e desenhar os caminhos para alcançá-los. Nesse cenário, já apontamos quais são as principais tendências de inovação de 2024. Mas por que elas importam? A resposta depende de quais são os objetivos de inovação das cooperativas, afinal.

Ao definir os objetos de inovação, as cooperativas conseguem enxergar quais métodos, ferramentas e tecnologias fazem sentido para adotar. Além disso, os investimentos em inovação se tornam mais assertivos e certeiros.

Os objetivos de inovação são influenciados por diversos fatores, como o segmento em que a cooperativa atua, as demandas de mercado, preferências de consumo, melhorias na produtividade e necessidades de aprimoramento de processos internos, dentre outros. Neste artigo, então, iremos conhecer nove objetivos de inovação para as cooperativas em 2024!

9 objetivos de inovação para as cooperativas em 2024

Ao determinar quais são os seus objetivos de inovação, as cooperativas passam a contar com uma bússola para tomar decisões e direcionar investimentos. Portanto, o InovaCoop selecionou nove objetivos de inovação que podem ser interessantes para sua cooperativa em 2024. São eles:

1. Aprimorar a automação

Um dos maiores ganhos com as recentes inovações tecnológicas, como a IA e a robótica, é a automação dos processos. Diversas tarefas repetitivas e complexas podem ser automatizadas, o que aumenta a eficiência das operações e faz com que os humanos possam se dedicar a outras atividades.

A automação é uma demanda crescente em diversos ramos do cooperativismo. As cooperativas agropecuárias automatizam processos agroindustriais e comerciais, como é o caso da Lar, por exemplo. Já as cooperativas financeiras buscam soluções para automatizar as análises de crédito, enquanto as de saúde usam a tecnologia para facilitar o agendamento de consultas e exames.

2. Melhorar a experiência dos clientes e cooperados

Proporcionar uma experiência capaz de encantar clientes e cooperados não é uma tarefa simples, mas é um objetivo comum a todas as cooperativas que lidam com o público. Em um contexto de competitividade crescente, a experiência dos clientes pode ser o grande diferencial de fechar ou não uma venda.

Dentro desse objetivo, há uma ampla gama de inovações relevantes, como o uso de algoritmos em apps e chatbots que resolvem diversas situações sem intervenção humana e com rapidez. A Unimed Poços de Caldas utiliza a metodologia NPS para mensurar o impacto das inovações no atendimento a seus pacientes e está colhendo resultados positivos com isso.

3. Alcançar objetivos mensuráveis

Falando nisso, obter métricas e mensurar resultados é um grande desafio na era do big data. Por um lado, os dados sobre os mais diferentes tópicos estão disponíveis em uma quantidade nunca antes vista. Por outro, aumenta a complexidade de entender esses dados, tratá-los da maneira adequada e transformá-los em informação relevante.

Nesse cenário, é uma boa hora para inovar nas metodologias operacionais e de mensuração dentro das cooperativas. A metodologia KPI, que se baseia em indicadores-chaves de performance, se apresenta como uma grande aliada para a gestão de inovação das cooperativas.

4. Construir uma cultura de inovação e inclusão

Inovar é necessário e quem não inova, corre um sério risco de ficar para trás da concorrência que se acirra a todo momento. Afinal de contas, inovar é um requisito para manter a competitividade nos negócios. A melhor forma de encontrar soluções inovadoras é construir uma cultura corporativa de inovação e inclusão.

Para que seja efetiva, a inovação precisa ser incentivada e valorizada tanto pelos líderes quanto pelos colaboradores das cooperativas. Assim sendo, a cooperativa deve estar aberta a novas ideias. Além disso, construir equipes diversas e inclusivas é uma maneira de agregar novas visões de mundo e encontrar soluções por meio de novos prismas e princípios.

5. Desenvolver novas lideranças

Trazer novas mentes e experiências para dentro do cooperativismo é uma etapa importante para construir essa tão necessária cultura de inovação. Diante disso, um dos grandes objetivos de inovação para 2024 é desenvolver novas lideranças para guiar os caminhos das cooperativas no futuro.

Já há cooperativas dando o exemplo quando o assunto é formar novas lideranças. Aqui mesmo, no InovaCoop, falamos sobre o Núcleo Jovem, da Coplacana e o projeto Juventude Conectada, da Cresol. Ambas as iniciativas fomentam o surgimento de novas lideranças a partir das bases das cooperativas.

6. Aprender continuamente

Métodos, ferramentas e tecnologia de inovação demandam atualização constante. Para 2024, as cooperativas devem dar protagonismo ao lifelong learning, portanto. Oferecer cursos e treinamentos para colaboradores e cooperados é uma forma muito efetiva de aprimorar a produtividade e estimular a inovação.

Para começar o lifelong learning na sua cooperativa desde já, confira os cursos do InovaCoop na plataforma CapacitaCoop. Os cursos são gratuitos e separados em cinco temas, que são:

• Quero ser ágil

• Foco no cliente

• Super apresentações

• Agente de transformação

• Design Thinking

7. Melhorar a comunicação

A comunicação entre os diversos setores e departamentos das cooperativas é um elemento que evita silos de informação e possibilita que as áreas possam convergir em busca de soluções inovadoras capazes de surtir efeito para a cooperativa como um todo.

Integrar e mapear dores comuns que perpassam por toda a cooperativa resulta em inovações abrangentes, além de promover a interação e a criatividade entre colaboradores de áreas distintas.

8. Encontrar soluções sustentáveis

A agenda ESG chegou para ficar e, com ela, vem junto a inovação sustentável. Iniciativas inovadoras que levam em conta a sustentabilidade ambiental, o impacto social e a governança agrega valor para as cooperativas, atende às novas demandas de consumo e ainda proporciona novas oportunidades de negócios.

Aumentar o protagonismo e liderar ações ligadas à agenda ESG é um dos grandes objetivos de inovação para 2024 no cooperativismo. O Sicoob Credip, por exemplo, é um dos grandes responsáveis pelo desenvolvimento sustentável do polo cafeeiro de Rondônia, usando a ciência em benefício da comunidade e do meio ambiente.

9. Inovar continuamente

A inovação não pode parar. Essa é uma máxima primordial para fortalecer a cultura da inovação nas cooperativas. Inovar continuamente precisa ser um norte para os objetivos de inovação em 2024.

Projetos para construir culturas de inovação, como faz a Unimed BH; iniciativas de impulso ao intraempreendedorismo, como a da Aurora Coop; e programas de inovação aberta, do jeito que a Sicredi faz, são maneiras de manter a inovação ativa.

Conclusão: em busca dos objetivos de inovação

Inovar é central para as cooperativas em 2024. Os objetivos de inovação apontam caminhos e elucidam as melhores decisões para que essa jornada tenha sucesso, tornando as cooperativas mais competitivas.

Para encontrar recursos e colocar as suas inovações em prática, confira as oportunidades no Radar de Financiamento do InovaCoop! Lá, você vai encontrar diversas fontes de fomento à inovação que podem se adequar ao que sua cooperativa precisa - fique de olho nas novidades!

Conteúdo desenvolvido
em parceria com

Coonecta